O que preocupa o pai e a mãe em criar um filho

O que preocupa o pai e a mãe em criar um filho


Ser pai é difícil. Existem muitas opiniões diferentes sobre como criar um filho e ninguém parece saber o que está fazendo.

Mas existem algumas coisas que são universais. Uma dessas coisas é que pais e mães têm maneiras diferentes de criar seus filhos – mas ambos desejam a mesma coisa para eles.

Este artigo explorará quais são essas diferenças e também como os pais podem ajudar uns aos outros na criação dos filhos.


O pai


Os pais são frequentemente chamados de “o chefe da família” porque são os pais e quem escolhe a creche ou pré-escola para a criança.

Essa responsabilidade geralmente é atribuída a uma mulher, mas nem sempre. Os homens também devem assumir a responsabilidade pela limpeza e cozinha, mas muitos pais preferem deixar esse trabalho para a mãe, e isso não é necessariamente ruim.

Enquanto as mães tendem a se concentrar mais no bem-estar de seus filhos, os pais tendem a se preocupar mais com o progresso acadêmico de seus filhos.

Os pais também têm de “aparecer” na escola do filho em determinados horários, o que pode ser estressante, especialmente se ele precisar se ausentar do trabalho para isso.


A relação do pai com a criança


Pais e mães amam muito seus filhos e sentem que eles são o bem mais valioso do mundo.

A única coisa que impede o amor deles pelos filhos são os estilos de criação dos filhos. Cada pai tem ideias diferentes para os pais e desejam criar seus filhos da maneira certa para eles.

Às vezes, o estilo parental de um dos pais funciona, e o outro gosta dele, então eles continuam a usá-lo com seus filhos. Às vezes, as idéias parentais de um dos pais são incompatíveis com as do outro e, portanto, eles simplesmente não as usam.

Às vezes, os dois pais concordam, mas seus estilos de criação não são compatíveis, então eles decidem ser co-pais e colocar seu filho aos cuidados de um dos pais enquanto ficam em casa e criam o outro.

A mãe


Com todo o tempo que passa com o filho, a mãe quase sempre está ocupada e preocupada com o que o filho fará. Ela se preocupa se o filho terá uma vida feliz, saudável e plena.

Ela se preocupa se seu filho a amará. Sua preocupação está constantemente em sua mente, e muitas vezes ela sente que não consegue aproveitar o tempo com o filho ou com ela por causa de todo o peso do mundo.

O pai, por outro lado, não é tão consumido por preocupações e passa mais tempo com o filho. É menos provável que o pai veja seu filho o dia todo, todos os dias, então às vezes ele pensa que seu filho só gosta dele porque ele é o pai.


A relação da mãe com a criança


Quando a criança nasce, a maioria dos pais está empenhada em ajudar seu filho a desenvolver as habilidades de que precisa para ter sucesso na vida.

Muitos pais atribuem mais responsabilidade à mãe ao ensinar essas habilidades ao filho, pois essa mulher costuma lidar melhor com a criança.

As mães geralmente sentem a necessidade de cuidar do filho, e o pai, por outro lado, é o ganha-pão.

A natureza protetora da mãe é mais natural do que a natureza provedora de sustento do pai e, portanto, a mãe tem a tendência de cuidar do filho de uma maneira mais natural.

Além disso, é função da mãe disciplinar a criança.

Isso é algo que os homens muitas vezes não levam tão a sério quanto as mães e, mesmo que o façam, ainda precisam levar mais a sério seu papel de ganha-pão.


As responsabilidades da mãe


A mãe é responsável por manter a criança viva e garantir o bem-estar da criança. Para que uma criança sobreviva, é porque a mãe a alimenta.

As mães, assim como os pais, nem sempre concordarão com seus parceiros sobre a melhor forma de criar um filho, mas isso não precisa ser um problema.

Os pais, com a ajuda uns dos outros, serão capazes de criar seus filhos da melhor maneira possível

https://www.youtube.com/watch?v=evw0h1kg-j4

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *