Comida para rapazes e moças durante a adolescência

Comida para rapazes e moças durante a adolescência

Passar pela puberdade durante esses tempos pode ser difícil. Pode ser difícil manter uma dieta saudável e bons hábitos alimentares.

Combinando os desejos alimentares típicos com a mudança do seu corpo, é fácil cair em maus hábitos. A má nutrição durante esse período pode levar ao ganho de peso e outros problemas de saúde, como problemas de pressão arterial e diabetes mais tarde na vida.

É importante manter uma dieta balanceada cheia de proteínas, grãos inteiros, frutas e vegetais e laticínios. Aqui estão algumas dicas que o ajudarão a controlar sua dieta durante a puberdade:

Desejo de comida durante a puberdade

Muitos rapazes e moças anseiam por alimentos salgados ou doces durante a puberdade. Esses desejos podem ser particularmente difíceis de controlar quando seu corpo está mudando.

Por exemplo, quando você é jovem, pode desejar alimentos salgados que podem ser facilmente satisfeitos com uma alta ingestão de sódio.

Quando seu corpo tiver completado a puberdade, você pode começar a incorporar alimentos como a romã, que é rica em antioxidantes e vitaminas, em sua dieta.

A puberdade é um momento difícil para experimentar novos alimentos porque o corpo está mudando, e os alimentos que você ingere podem fazer você se sentir doente, com prisão de ventre ou causar inchaço ou gases.

Cozinhando Quando você é jovem, é fácil encontrar receitas online ou em livros de receitas.

Esta é uma ótima maneira de sentir o gosto de quais alimentos você gosta e aprender como prepará-los.

Boa nutrição é importante

Lembre-se de que leva cerca de três a quatro anos para desenvolver um bom equilíbrio de gordura corporal, músculos e ossos.

Certifique-se de comer uma dieta bem balanceada durante a puberdade para apoiar seu desenvolvimento. Sempre coma muita proteína À medida que você começa a desenvolver músculos, a proteína desempenha um papel importante em mantê-lo cheio e satisfeito.

As proteínas também promovem a saciedade e fornecem energia. Procure comer pelo menos 50-55 gramas de proteína por refeição ou duas a três vezes ao dia.

Um lanche rico em proteínas antes das refeições também fornecerá ao corpo o combustível de que ele precisa para acompanhar o crescimento. Evite junk food e barras de proteína ou bebidas que contenham sal e açúcar.

É importante comer regularmente e ser consistente. Nesta fase da sua vida, é fácil cair na cultura do buffet livre.

Obtenha proteína suficiente

A proteína é muito importante para o crescimento do corpo, e crianças e adolescentes devem comer proteína pelo menos três vezes ao dia.

Tenha como objetivo uma dieta rica em proteínas, repleta de carnes magras, peixes, aves, ovos e fontes de carboidratos de alta qualidade.

Você pode adicionar um pouco de proteína às suas refeições incluindo carne magra em suas refeições diárias e adicionando alimentos ricos em proteínas, como tofu, nozes, feijão e lentilhas à sua dieta.

Se você luta para obter proteína suficiente em sua dieta, considere incluir uma fonte adicional de proteína, como o leite, em sua dieta.

Certifique-se de cozinhar com alimentos ricos em proteínas. Evite cozinhar com mais do que a quantidade recomendada de óleo.

Cozinhar com óleo extra pode deixar o gosto da comida mais suave e adicionar calorias. Procure usar quantidades moderadas de óleo ao cozinhar.

Seja saudável com grãos inteiros

Os grãos inteiros contêm os nutrientes de que seu corpo necessita, bem como algumas fibras. Você precisa consumir de 3 a 6 gramas de fibra todos os dias, de acordo com o Instituto de Medicina.

As melhores fontes de grãos inteiros são trigo marrom e vermelho, aveia, milho, milho, centeio integral e cevada.

Pesquisas indicam que mulheres na faixa dos 20 anos correm o maior risco de desenvolver diabetes tipo 2. Procure comer grãos inteiros como parte de uma dieta balanceada.

Produtos de soja com moderação Os produtos de soja são freqüentemente associados ao ganho de peso. Mas a soja também demonstrou ajudar a apoiar mulheres com perda de estrogênio na pós-menopausa.

A pesquisa também sugere que os alimentos à base de soja podem ajudar a manter a saúde óssea e reduzir o risco de osteoporose em mulheres na pós-menopausa.

Coma frutas e vegetais

Inclua o máximo de cores que puder em seu prato. Apenas uma porção de frutas ou vegetais por dia é uma ótima maneira de obter nutrientes suficientes.

O americano médio atualmente come apenas cerca de duas porções de frutas ou vegetais por dia. Adicione bastante pimenta verde e vermelha fresca, cenoura, aipo e repolho às suas refeições e aproveite os benefícios das fibras e dos nutrientes das plantas.

Comece a se exercitar O exercício regular é uma boa maneira de ganhar uma dose saudável de vitaminas, minerais e um aumento de energia.

Os exercícios aumentam o uso de hormônios queimadores de gordura chamados adiponectina e insulina, que ajudam a reduzir o tamanho da cintura e estimular o metabolismo.

Os resultados são mais energia, tom de pele melhorado e unhas e cabelos mais saudáveis.

Beber leite

O leite é uma excelente fonte de cálcio e vitaminas B1 e B2. Uma bebida de leite típica é uma refeição perfeita para começar o dia.

Confira estas receitas à base de laticínios:

Milkshakes de frutas Combine duas ou mais xícaras de frutas com duas ou mais colheres de sopa de leite de amêndoa. Bata no liquidificador de alta velocidade.

Sirva imediatamente e aprecie a combinação doce e cremosa. Cereais com baixo teor de gordura Derreta algumas colheres de sopa de manteiga de amendoim sobre farelo de trigo com baixo teor de gordura e mel.

Cubra com leite e polvilhe com açúcar mascavo ou nozes. Purê de batata-doce Purê de batata-doce cozida com um toque de canela e água.

Adicione o leite, o sal e a pimenta-do-reino e sirva com uma pitada de passas.

Quinoa Adicione uma xícara de quinua cozida a duas xícaras de água. Deixe repousar por cinco minutos e depois bata até ficar homogêneo. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *